América do Sul,  Argentina,  Buenos Aires,  Hotéis,  Viagem Internacional

Como é ficar no Apart Hotel San Diego | Hospedagem em Buenos Aires

Nos hospedamos no Apart Hotel San Diego em Buenos Aires.

Porém, antes de decidirmos por ele, passamos por algo que você também vai passar se quiser conhecer a capital argentina.

Isso porque abrir o Google para procurar opções de estadia em Buenos Aires é sinônimo de ler frases como “Buenos Aires é perigosa”. “A noite o centro fica deserto e ainda mais perigoso”. “Fuja da região do Caminito”. “Ficar em Palermo só para quem quer ficar afastado da cidade e pode pagar por isso”. “Luxo é em Puerto Madero”. “A Recoleta é muito chique e muito cara”. E de senso comum em senso comum, você se vê sem alternativas.

Mas calma. Buenos Aires, assim como qualquer metrópole que atrai grande número de turistas, oferece diversas opções de hospedagem por toda a cidade.

Eu percebo por aí que a maioria das pessoas que se enrola na hora de procurar hotéis só o faz por falta de direcionamento. É preciso saber, antes de começar a sua pesquisa, qual o tipo de viagem você deseja fazer. Turismo histórico? Descanso? Luxo? Ecoturismo?

E, a partir daí, abrir o mais detalhado mapa do destino e não ter preguiça de procurar! Não vai de carro, nem pretende alugar um, e gosta de usar as opções de transporte público? Procure por hotéis próximos a estações de metrô.

Quer descanso? Procure pelos bairros que não são turísticos. Vida noturna? É recomendável se hospedar com certa proximidade dos lugares que pretende visitar a noite.

Quando já se sabe o que quer fazer e como se quer fazer, fica bem mais fácil de escolher o hotel. No meu caso, eu, minha mãe e minha irmã precisávamos de uma localização mais central. Nosso objetivo era turistar por Buenos Aires mesmo, sem descanso, ao mesmo tempo que necessitávamos de uma estação de metrô bem ao lado do hotel. Primeiro porque minha mãe não dirige, e segundo porque fazemos o tipo de turistas econômicas que preferem andar a pagar fortunas de táxi.

Depois da localização, o item mais importante era o preço. Apesar do peso ser uma moeda desvalorizada, nós gostamos de economizar todos os centavos possíveis quando o assunto é custo-benefício. Então nossa lista de exigências estava pronta. Localização central, próximo a estações de metrô e com preço cabível no bolso.

Nossa primeira opção de bairro? O centro. Ali pertinho da Calle Florida e da Plaza de Mayo. Mas fomos para lá? Não.

Por que? Porque a Recoleta era a nossa segunda opção de bairro. Estávamos encantadas pela beleza do local, mas muito tristes com o preço que pagaríamos por um bairro incrível.

Mas se o preço não era acessível, como vocês foram parar lá? Simples: o Apart Hotel San Diego apareceu em nossas pesquisas no Booking e fez seis olhos brilharem ao mesmo tempo.

Localização central? Check! É perfeitamente possível caminhar da Recoleta até o centro turístico em um curto espaço de tempo.

Próximo a estações de metrô? Check! A Callao, da linha B vermelha, era ali do lado.

Preço OK para o bolso? Check! Muito mais barato do que qualquer outro hotel que estava em nossa lista e com outros benefícios que citarei logo logo.

O Apart Hotel San Diego fica na Rua Rodriguez Peña, uma travessa da Avenida Arenales e da Avenida Santa Fé – principal via da Recoleta, e em frente a dois restaurantes e um Carrefour.

Ele tem o maior quarto de hotel que eu já entrei na minha vida. Isso porque as acomodações contam com uma mini cozinha, equipada com microondas, frigobar, pia, utensílios de cozinha e uma mesa para quatro pessoas.

Como um flat, o espaço é aberto. Mas um móvel divide o que seria a sala, com sofá e mesinha de centro, do quarto, com uma cama gigantesca e TV.

O aquecimento era ótimo e indispensável no inverno de Buenos Aires, quando 8ºC é luxo. Não temos nada a reclamar quanto à limpeza do quarto. O isolamento acústico era ótimo. O banheiro, grande e com secador. A cozinha tinha todo o equipamento necessário para viajantes como nós, que às vezes jantam miojo pra economizar. Os funcionários eram muito simpáticos e prestativos. Dava vontade de ficar ali, na recepção, conversando com eles.

O pacote inclui café da manhã, porém, ele não é servido no hotel. Mas em um café bem pertinho, o Rigoletto, que inclusive fica na mesma rua. As opções eram bem básicas: medialunas – a versão argentina dos croissants, que são uma delícia – , suco de laranja e café ou chocolate quente. Não enjoamos nem achamos pouco. Na verdade, era a mesma coisa que os locais que também tomavam café ali comiam.

Sabe quando você fica apaixonado por um lugar e quer morar lá? Foi essa a nossa sensação com o Apart Hotel San Diego, que superou nossas expectativas e foi perfeito para que nossa viagem, de apenas quatro dias, desse certo.

Mais detalhes

    • Fechamos o serviço de transfer aero-hotel-aero: saiu mais barato do que um táxi;
    • O WiFi era bom;
    • Não temos absolutamente nada sobre o que reclamar;

Apart Hotel San Diego

Rodríguez Peña 1158, Buenos Aires, Argentina

+54 (11) 4814-0281

Links Úteis

Site do Apart Hotel

Página no Booking

Página no TripAdvisor

Todas as imagens utilizadas nessa postagem foram retiradas do site e do Booking do Apart Hotel San Diego.