Aeroporto de Guarulhos,  Aeroporto Salgado Filho,  Aeroportos,  América do Sul,  Avianca,  Brasil,  Porto Alegre,  Relato de Viagem,  Rio Grande do Sul,  Sul,  Viagem Nacional

Como é viajar com a Avianca entre São Paulo e Porto Alegre

Contei a minha primeira experiência com a Avianca aqui, em um voo entre São Paulo e Salvador. E agora é hora de contar minha segunda experiência, que rolou em janeiro de 2015, dois meses depois, rumo a Porto Alegre.
Esperta com as filas do check-in da companhia, dessa vez fomos mais práticas e usamos os tótens de atendimento. Presentes na frente dos balcões de check-in, eles são muito práticos e intuitivos. Mas aí você imprime a passagem e fica pensando: o que eu faço com as minhas bagagens?
Eu já sabia do procedimento, mas muita gente fica perdida, então, se nada mudou em dois anos, anota aí. Saindo do terminal – em Guarulhos, tem um espaço da Avianca do lado esquerdo, e é para lá que você leva suas bagagens para serem despachadas.
Tudo tranquilo na Polícia Federal. Descemos para o portão de embarque e pegamos o ônibus que faz o trajeto dos passageiros entre o terminal e o avião. Esses ônibus nunca são confortáveis, né? Nunca tem espaço para todo mundo, muito menos para a bagagem de mão, mas a gente se ajusta, fazer o que. No fim, é legal ver os bastidores do aeroporto na perspectiva da pista.
Dessa vez o avião era menor, um Fokker. As poltronas não era tão confortáveis e não havia entretenimento de bordo, Mas o lanche gostoso e os comissários simpáticos compensaram a minha pequena decepção.
No mais, foi um voo tranquilo, sem turbulências ou outros imprevistos, e chegamos na hora prevista em Porto Alegre.
Nenhuma surpresa na retirada de bagagens e foi isso, estávamos no Rio Grande do Sul.
A volta foi idêntica. Tirando o fato de que não havia tótens de atendimento no Aeroporto Salgado Filho – mais um aero-shopping nesse nosso Brasil. E eu ainda vou catalogar todos eles.

Links Úteis