América do Sul,  Brasil,  Búzios,  City Tours,  Cruzeiro,  Praias,  Região dos Lagos,  Rio de Janeiro,  Sudeste,  Viagem de Navio,  Viagem Nacional

Búzios com chuva: o que fazer na cidade?

Búzios com chuva. Região dos Lagos com chuva. Praia com chuva. Tudo errado, né? Em nosso primeiro cruzeiro, que fizemos em janeiro de 2016 no MSC Armonia, tudo deu errado no primeiro dia – obrigada, chuva!

O roteiro do navio previa uma parada em Cabo Frio, mas devido a problemas meteorológicos, a rota foi desviada para Búzios. Só isso já quebrou o meu plano inicial de ir para Arraial do Cabo, mas falarei sobre esse tipo de imprevisto no post de Guia de Cruzeiros.

Infelizmente, chegamos em Búzios com chuva

Além disso, chegamos na cidade mais badalada da Região dos Lagos com o mais nublado dos céus, chuva e, para completar, o mar agitado o suficiente para atrapalhar os barcos no Porto Veleiro.

Foto tirada de dentro de uma pequena embarcação fechada. Na lateral direita vemos o céu e o mar, a partir de uma abertura do barco. O céu está embaçado, por conta da chuva, e abaixo dele encontramos um pequeno morro cheio de árvores. Por fim, alguns barcos encontram o mar, de tom esverdeado escuro, até os limites da embarcação, que toma toda a metade esquerda da foto. Podemos observar a corda que fecha a abertura para o mar e duas pessoas, de costas, sentadas nos bancos da frente.

Mas não, não seria uma chuva e um céu sem graça que me fariam desperdiçar a chance de conhecer uma cidade nova. Eu precisaria de no mínimo um tsunami para repensar minha decisão.

Então, como funciona nos cruzeiros cujos navios atracam longe da costa, lá fomos nós buscar nossa senha para a primeira lancha a sair do Armonia com destino a Búzios. Tudo estava atrasado? Sim. Eu tinha alguma ideia do que fazer em Búzios? Não. Havia alguma condição de me enfiar em alguma escuna? Não. Mas fomos.

E depois de alguns problemas com a lancha, que não recebia autorização para desembarcar no Porto, e de achar que teríamos que passar o dia no navio, conseguimos colocar os pés na cidade.

O que fazer em Búzios se chover?

É claro que ninguém quer chegar em uma cidade de praia e encarar a chuva. Contudo, não podemos controlar as nuvens, e a nossa sorte é que Búzios tem várias atrações à prova d’água. Confira todas a seguir.

1 – City Tour de van

Foi o que eu fiz. É uma ideia prática e interessante para quem ainda não conhece Búzios. Assim você consegue passar por vários pontos sem se preocupar com transporte e outras logísticas.

No geral, os passeios não duram mais de duas horas e passam pelas principais atrações da cidade. Tem praia, mirante, ruas famosas, e muito mais, tudo no conforto de uma van – com janelas fechadas, pra chuva não te encontrar de jeito nenhum.

2 – Visitar o Espaco Cultural Zanine

Búzios tem alguns espaços interessantes para conhecer, como o Espaço Cultural Zanine, que você pode visitar em dias de chuva. Ele fica do ladinho da prefeitura, na Estrada da Usina Velha, e abriga exposições temporárias. Ah, a entrada é gratuita!

3 – Conhecer igrejas

Que tal reservar um tempinho para a Igreja de Sant’Anna, a Capela Nossa Senhora Desatadora de Nós e a Igreja Matriz de Santa Rica de Cássia? Com grande valor histórico e religioso, elas podem ser uma ótima parada para o roteiro de chuva em Búzios.

Do lado evangélico, outra igreja mega interessante é a Igreja Metodista dos Ossos, de 1935.

4 – Passear pela Orla Bardot e Rua das Pedras.

Se só estiver garoando ou nublado, caminhar pela Orla Bardot e pelo centrinho ao redor da Rua das Pedras é uma excelente pedida! A região é uma gracinha, e você pode aproveitar para avisar todas as esculturas da artista Christina Motta.

5 – Aproveitar um bom restaurante.

Búzios está cheia de restaurantes legais, e em um dia de chuva, você terá desculpas o suficiente para um longo almoço. Você encontra os melhores na região da orla, desde a Praia do Canto até a Praia da Armação.

6 – Passear pelas galerias da Rua das Pedras e arredores.

Prefere compras? Não tem problema! Um dia em Búzios com chuva pode te render boas caminhadas pelas galerias da cidade. Alguma são a N1, Arte em Búzios e a Viral.

7 – Ir ao cinema no Gran Cine Bardot

Por mais que Búzios seja uma cidade bem pequenina, ela tem o seu próprio cinema! É o Gran Cine Bardot, que fica na Travessa dos Pescadores, 88, bem no centrinho! Para mais informações e filmes em cartaz, veja o site oficial.

Inclusive, desde 1994 acontece o Búzios Cine Festival, organizado pelo cinema, exibindo uma série de filmes em dois lugares: Praça Santos Dumont e Praça da Rasa. Vale a pena pesquisar e se programar para participar se visitar a cidade na época do festival!

Porto Veleiro e City Tour de van

Como decidimos não comprar os passeios diretamente no cruzeiro, fechamos um City Tour com a primeira empresa que nos abordou, a Porto Veleiro. Por 45 reais por pessoa, faríamos um passeio de van em cerca de 01h30 pela cidade, passando pelos principais pontos e com algumas paradas para fotos.

Praia de Búzios com chuva

Não gosto de City Tours e muito menos de ter um tempo limitado para conhecer praias. Mas estava chovendo, não sabíamos nada de muito específico sobre a cidade além do senso comum, afinal, deveríamos estar em Cabo Frio ou Arraial do Cabo, e já era quase meio dia quando finalmente chegamos. Foi o melhor que conseguimos para as condições do dia e cá o resultado: ninguém se arrependeu.

Matando tempo na Orla Bardot

Fechamos o passeio às 11:45 e a van saía às 12h20, então aproveitamos para andar um pouquinho pela Orla Bardot enquanto não dava o horário para voltar ao porto, de onde o veículo sairia.

Mesmo em uma Búzios com chuva, toda a parte da Orla e do centrinho é uma graça. As ruas são de paralelepípedos, sempre tem alguma casa ou loja fofa para tirar a sua atenção ou uma vontade louca de fotografar todos os barquinhos no mar transparente. Porque apesar do tempo fechado, a cor das águas pode não ficar super azul, mas ainda é visível sua transparência.

Orla Bardot

Chegando a hora do início do passeio, voltamos para o Porto e encontramos as vans da Porto Veleiro estacionadas bem atrás dele. Achamos a que faria o nosso passeio, entregamos os ingressos para o motorista e guia, o Francisco, e então começamos o City Tour com a van lotada.

Primeia parada: Praias de João Fernandes e João Fernandinho

O Tour começou no Porto em direção às Praias de João Fernandes e João Fernandinho – nome em homenagem a um famoso pescador da região -, onde pudemos parar por poucos minutos para tirar fotos.

Búzios com chuva na Praia de João Fernandes

Uma desvantagem de City Tours curtos: você vai ter tempo limitado para conhecer os lugares. Mas estava nublado, garoando e, para falar a verdade, não teríamos feito muitas outras coisas se ficássemos durante mais tempo.

Búzios com chuva na Praia de João Fernandes

A praia é bem bonita e tranquila, com barquinhos que deixaram o visual ainda mais bucólico quando junto daquele céu cinzento. Sim, é possível achar uma praia bonita e inspiradora mesmo quando não há Sol para aumentar a quantidade de serotonina no nosso organismo.

Praia de João Fernandes

Ficamos cerca de 10 minutos por lá, o tempo certo para fotografar todo mundo, admirar a paisagem e voltar correndo para a van.

Segunda pardaa: Mirante do Forno

Continuamos o passeio com informações sobre cada esquina pela qual passávamos. Isso tudo graças ao Francisco, guia super atencioso, engraçado e simpático, que com certeza fez toda a diferença no tour. Passamos pela Praia dos Ossos, Praia da Foca, Praia Brava e Praias Azeda e Azedinha, para depois pararmos no Mirante do Forno, com uma vista espetacular para as praias da cidade.

Mirante de João Fernandes

Enfim, chegamos ao centro de Búzios, onde tínhamos a opção de descer na Rua das Pedras e continuar o caminho a pé pela Orla Bardot até o Porto Veleiro, ou permanecer na van. Escolhemos descer e curtir mais a cidade.

Última parada: Centro de Búzios com chuva

Rua das Pedras

O centro é bem amorzinho, com as ruas de pedra e lojas fofas, igual ao que eu disse no início do post. Aproveitamos para comprar alguns souvenirs e depois caminhamos pela Orla Bardot, que é uma delícia e eu o faria por um dia inteiro se pudesse, até chegarmos no Porto. Onde já pegamos a primeira lancha rumo ao cruzeiro. Afinal, estávamos cansadas e com fome.

Búzios com chuva na Orla Bardot, altura da Praia da Armação

E foi assim que nos despedimos de uma Búzios com chuva: morrendo de vontade de voltar para conhecer todas as praias possíveis com um Sol maravilhoso sobre nossas cabeças. Não conhecemos Arraial do Cabo como queríamos, mas isso só durou um ano.

Em fevereiro de 2017, depois de sermos obrigadas a cancelar uma viagem para o Uruguai, passamos uma semana entre o Rio de Janeiro e as três principais cidades dos Lagos: Arraial do Cabo, Cabo Frio e Búzios, que desta vez estava bem quente e ensolarada.

Dicas úteis sobre Búzios

  • É bem fácil de se locomover pelo centrinho da cidade, mas tomem cuidado. Logo surgem subidas bem íngremes e eu, sinceramente, não sei como deve ser rodar por lá sem um carro.
  • Tentem não comprar souvenires ali na região da Rua das Pedras, os preços chegam a dobrar!
  • São centenas as agências de turismo que vendem passeios de escuna, que pelo o que eu vi, são os mais procurados da cidade. Então, pesquisem bem antes de fechar e tomem cuidado com preços muito baixos.
  • Com um pouco de paciência é possível encontrar restaurantes com preços mais amigos.
  • Cuidado ao fechar com antecedência passeios com agências locais, caso você chegue lá de navio. Não dá para prever se algo vai atrasar, e as probabilidades de tudo sair do controle são relativamente grandes. Recomendo fechar tudo lá mesmo, sem medo de perder o passeio e o dinheiro.
  • É sempre bom ter um mapa da cidade, seja físico, seja salvo no celular. Principalmente com todas as praias indicadas.

Links úteis sobre Búzios com chuva

Prefeitura de Búzios

Porto Veleiro

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *