América do Sul,  Compras,  Montevidéu,  Passeios Culturais,  Uruguai,  Viagem Internacional

6 Livrarias de Montevidéu que você vai querer conhecer

As livrarias de Montevidéu me chamaram muito a atenção enquanto estive por lá. Encontrei várias que eram muito autênticas. Chamavam a atenção por nenhum motivo muito claro. E como um ímã, me faziam passear por entre os livros.

Talvez essa lista tenha sido influenciada pela incrível curadoria de livros de humanas de algumas delas? Sim. Então se você é da área, saiba que vai ficar muito feliz correndo os olhos por essas livrarias de Montevidéu. Se você não é, aqui está uma ótima oportunidade de conhecer esse universo incrível. E nem sempre fácil de entender.

Guia de livrarias de Montevidéu

La Lupa – mas que libros

Ela mora em uma portinha. Tão estreita que você quase nem vê. Por isso, preste atenção ao andar pela Ciudad Vieja. Mais especificamente, na Travessa Bacacay, quase na frente do Teatro Solís. Por mais que o espaço seja pequeno – praticamente um corredor estreito, ele é muito bem aproveitado.

A decoração, muito bem pensada e centrada em detalhes, logo chama a atenção. Mas aos poucos você descobre os livros. E uma curadoria tão meticulosa, principalmente para uma livraria micro, que te faz sentir em uma Saraiva Megastore. Você vai passar muitos minutos ali. Sem nem perceber que o tempo passou.

Moebius

Minha livraria de Montevidéu favorita, a Moebius é tudo, menos escondida. Cravada no meio da Ciudad Vieja, rodeada pelo movimento da Calle Perez Castellano, ela está no meio da rua. E a primeira coisa que você vê é uma mesa. Lotada de livros. Que denuncia a natureza da loja a sua frente.

Olhando pela primeira vez, a Moebius parece um sebo. Os livros empilhados. A confusão de páginas amarelas. As capas que sobem até quase o teto. Quando você entra, a bagunça continua. Mas ela adquire forma. Uma organização que só quem possui muitos livros consegue entender. E gostar.

Essa foto, por exemplo, mostra muito bem duas coisas. A primeira é que se você veio neste blog para falar mal da Escola de Frankfurt, especialmente de Walter Benjamin, veio ao lugar errado. E a segunda é que a curadoria de obras femininas da Moebius não poderia ser melhor. Assim como a curadoria da livraria inteirinha. Que é bem focada em obras das ciências humanas.

Com a ambientação e curadorias perfeitas, a Moebius tem de tudo para tirar o seu dinheiro. Além de te proporcionar uma experiência gostosa. O cheiro das folhas. O pé direito alto. As músicas que ressoam pelas paredes. Lembro disso tudo com muito carinho. Principalmente quando olho para a minha estante e vejo o livro Montevideanos, que comprei lá.

Más Puro Verso

A livraria Más Puro Verso é a mais famosa de Montevidéu. Fica localizada na Peatonal Sarandi, bem ao lado da Plaza Independencia. E é outra que não faz questão de se esconder. Ela vive no tombado Edifício Pablo Ferrando, de 1917, e além dos livros, também abriga um restaurante. Que é bem refinado e estava fora do meu orçamento até para uma água, devo avisar.

Ela é a maior das livrarias dessa lista. De bate pronto ganha o seu coração, porém, pela escadaria. Os vitrais e guarda-corpo. Tudo encanta pela conservação. Antes de você mergulhar na literatura.

Os livros cobrem prateleiras e estantes e ilhas. Como uma livraria tradicional. E assim, exibe as mais variadas editorias e coleções. Por sua característica mais generalista, ela não me encantou tanto assim. Como vocês já puderam perceber, gosto de curadorias especializadas. E a grandiosidade da arquitetura não conseguiu me dar isso. De qualquer forma, ela merece (muito) ser visitada. O espaço é encantador. Daqueles que, com o perdão do clichê, te carregam para muitas páginas do calendário atrás.

 Libros de la Arena

Libros de la Arena é uma livraria típica de bairro. Ela fica em Pocitos, na Calle Juan Benito Blanco. E eu a descobri por acaso. Caminhava pela região na noite do meu primeiro dia no Uruguai. E sem esperar, me deparei com esse tabuleiro de xadrez. Que depois descobri ter seu nome inspirado no clássico Capitães da Areia, do brasileiro Jorge Amado.

Ela não é uma livraria de rede. Na realidade, é um negócio familiar. Que preenche o grande espaço com uma enorme coleção de livros. Que se amontoam e te passam aquela sensação confortável de estar em casa. De calma. De ter entrado em um pedaço de universo paralelo. E poder ficar ali para sempre.

Bookshop

A Bookshop, por outro lado, é uma livraria de rede. Ela não é tão autêntica quanto as anteriores. Nem vai te deixar inspirada lá dentro. Seja no Shopping Punta Carretas, onde eu fui, ou em qualquer outra de suas filiais. Por outro lado, ela possui uma grande coleção de livros infantis! E é por isso que ela está aqui.

Eu amo comprar livros para os meus primos. Principalmente quando viajo. E foi na Bookshop que encontrei uma enorme variedade de livrinhos interativos. Porque agora eles têm livros em português, inglês, francês e espanhol <3

Mosca Hnos

Por fim, a Mosca Hnos também é uma loja de rede. E ela não é só uma livraria. Mas quase uma loja mil e uma utilidades. Com muitos materiais escolares e brinquedos, os livros dividem espaço com um estande da La Papelería & Co. Que possui tantos itens fofos de papelaria, que você vai precisar de muito autocontrole para não comprar nada deles.

Essa unidade também fica no Shopping Punta Carretas. Mas a Mosca é a maior rede de papelarias e livrarias de Montevidéu e do país. Então você pode encontrá-la em diversas localidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *