Aeroporto de Santiago,  América do Sul,  Chile,  Santiago

Como sair do Aeroporto de Santiago? Opções de transfer, táxi, ônibus!

Quando planejamos uma viagem, sempre nos perguntamos sobre a logística dos trajetos, e para o Chile, precisamos saber como sair do Aeroporto de Santiago. O Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benítez, também conhecido como Aeroporto Pudahuel, fica na região metropolitana da capital, a cerca de 16km do centro da cidade, e não conta com uma estação de metrô. Contudo, é simples chegar e sair do aero, principalmente durante o horário comercial.

Leia também: Transportes em Santiago: como andar de metrô, ônibus e mais!

Sendo assim, as principais maneiras de sair do Pudahuel são os ônibus, transfers e táxis oficiais. O ponto mais importante aqui, e ele serve pra qualquer lugar do mundo, é utilizar apenas os serviços oficiais. Escolher transportes alternativos pode dar um belo de um prejuízo, no melhor dos casos, ou te colocar em sério perigo, em especial se você estiver sozinha. Por isso, certifique que sua escolha é um transporte oficial e registrado, e a melhor forma de fazer essa confirmação é no site oficial do aeroporto.

Então, vamos logo às opções disponíveis, das mais baratas para as mais caras.

Como sair do Aeroporto de Santiago?

  1. Ônibus: jeito mais barato, te conecta à linha de metrô da cidade. Por outro lado, não funciona 24h.
  2. Transfers: alternativa de preço mediano, ótima para viajantes solo e para horários alternativos. Há opção de transfer compartilhado ou privativo.
  3. Táxis: opção mais cara, com valores tabelados.
  4. Aluguel de carro: só vale a pena em situações específicas.
  5. Uber: serviço não legalizado no país, então não recomendo. Além disso, é difícil conseguir um no Aeroporto de Santiago.

Ônibus

Se você quiser economizar, estiver com pouca bagagem e com poucas pessoas, os ônibus serão sua principal maneira de sair ou chegar ao Aeroporto de Santiago. São duas as empresas que realizam esse serviço: a Turbus e a Centropuerto. Com elas você consegue pegar um ônibus estilo de viagem e, em cerca de 40 minutos, ir até duas estações de metrô centrais: o Terminal Alameda (estação Universidad de Santiago) ou a estação Pajaritos, no caso da Turbus, ou a estação Los Heróes, no trajeto da Centropuerto. Ambas fazem parte da L1 – Vermelha, que cruza todo o centro e te leva até Las Condes, passando pela Providencia.

Contudo, se você quiser descer antes, saiba que ambas os ônibus fazem paradas nas estações Pajaritos, Las Rejas e Universidad de Santiago. Depois disso, os ônibus da Centropuerto também param na Estación Central, U.L.A e Los Heróes, enfim. Lembrando que todas as estações fazem parte da L1 – Vermelha.

Como sair do Aeroporto de Santiago: rota dos ônibus da Centropuerto e Turbus

ATENÇÃO: No site do Aeroporto há a informação que o ônibus da Turbus vai até o Terminal Alameda, contudo, em infográfico disponibilizado pelo próprio site, vemos que o ônibus vai até a Estación Central. Como o site oficial da Turbus informa que o ponto final (ou inicial, caso você esteja indo para o aero) é o Terminal Alameda, vou seguir esta informação. Mas recomendo confirmar no aeroporto para não deixar dúvidas.

Qual a duração do trajeto?

A Turbus informa em seu site que a viagem dura cerca de 35 minutos, enquanto a Centropuerto fala em aproximadamente 40 minutos. Contudo, é minha obrigação ressaltar que o trânsito de Santiago pode ser caótico, e por isso, se usar os ônibus para ir até o aeroporto, calcule o tempo com folga para não correr o risco de perder seu voo.

Quanto custa?

Ônibus da Turbus, uma das empresas que fazem o trajeto do aeroporto de Santiago até o centro

Atualmente (junho de 2021), pela internet o serviço da Centropuerto custa 2.100 CLP, enquanto a Turbus cobra 1.900 CLP, ambos pelo trecho. Para ida e volta, a Turbus oferece um desconto de 400 CLP, e todos os trajetos saem por 3.400 CLP. O mesmo valor é praticado pela Centropuerto para passagens compradas de forma presencial.

Como comprar a passagem?

Você pode compras as passagens no site da Centropuerto e da Turbus, com antecedência, ou deixar para comprar presencialmente.

  • Com a Centropuerto, o trecho Santiago > Aeroporto pode ser adquirido diretamente com o motorista do ônibus, com pagamento em dinheiro. Já no aeroporto, você pode pagar com cartão nos tótens, localizados no setor de Transportes antes dos desembarques nacional e internacional. Também é possível pagar em dinheiro no guichê de vendas, que fica na saída do Portão 4 (primeiro andar).
  • Já com a Turbus, é possível comprar a passagem em uma série de localidades, além do aeroporto: Terminal Alameda, Terminal San Borja, Terminal Pajaritos, Estações Moneda, Tobalaba, Universidad de Chile e no centro comercial Alto Las Condes.
Quais são os horários dos ônibus?

Antes da pandemia, os ônibus da Centropuerto saíam, tanto do Aeroporto quanto da estação Los Heróes, todos os dias de dez em dez minutos entre às 06h e às 23h30 (05h55 às 23h15 para a estação). Todavia, com a chegada do COVID-19, o serviço está funcionando das 06h às 21h20 (saída aeroporto) e das 06h às 20h30 (saída estação) em dias de semana, com saídas de meia em meia hora. Para fins de semana e feriados, os horários permanecem os mesmos, mas as saídas só acontecem de hora em hora.

Por outro lado, a Turbus, continua funcionando nos horários usuais: das 05h45 às 21h30 saindo do aero e das 05h15 às 21h30 saindo do Terminal Alameda (sempre de quinze em quinze minutos).

Onde embarcar no aeroporto?

As duas empresas operam no Portão 4, no primeiro andar do Aeroporto de Santiago.

Onde embarcar no centro de Santiago?

Terminal Pajaritos, de onde saem ônibus da Turbus para o Aeroporto de Santiago

Terminal Pajaritos

Nos terminais Los Heróes, Alameda ou Pajaritos, basta seguir as indicações para as plataformas correspondentes, que podem mudar ao longo do tempo.

E agora você já sabe como sair do Aeroporto de Santiago de maneira prática e barata! Para ler mais sobre como funciona o metrô da cidade, e assim conseguir usá-lo depois do ônibus, eu expliquei tudo nesse post aqui.

Leia também: Como é viajar de São Paulo a Santiago com a LATAM

Transfer

Se você chegar ou sair da cidade de madrugada, estiver com várias malas ou quiser uma opção bem segura, eu sugiro um transfer para resposta da pergunta “como sair do Aeroporto de Santiago”. Como eu estava viajando sozinha e todos os meus voos eram no meio da noite ou bem cedinho, essa também foi a minha escolha, com a Transvip – e não me arrependo nadinha. Inclusive, já tinha feito isso em Montevidéu, quando cheguei tarde na cidade.

Como funciona?

Atualmente (junho de 2021), duas empresas oferecem esse serviço: a Transvip e a Transfer Delfos, que oferecem transfers privativos e compartilhados entre o aeroporto e a sua hospedagem. Funciona assim: você pode contratar o transfer antecipadamente, pelo site, ou pessoalmente, assim que seu voo chegar, e existem duas grandes diferenças entre o serviço privativo e o compartilhado: preço e tempo.

A vantagem do transfer compartilhado é que ele é bem mais barato, contudo, como a van precisa de um número mínimo de pessoas para sair, você pode ficar um tempo esperando. E além disso, o motorista precisa deixar todos os passageiros em seus hotéis, e o tempo que vai demorar até chegar a sua vez é puramente uma questão de sorte. Quando fui pra Montevidéu, eu dei muita sorte: fui a primeira. Porém, em Santiago não foi tão legal assim: fui a penúltima.

Como sair do aeroporto de Santiago: van da empresa de transfer Transvip

Van da Transvip no Aeroporo de Calama – não tenho fotos de Santiago, mas todas segue o mesmo padrão

Por outro lado, os transfers privativos são bem mais caros, e eu recomendo apenas para grupos um pouco maiores, mas eles ganham no tempo. Você vai sair do aeroporto sem atrasos e chegar na sua acomodação bem rapidinho, a depender do trânsito.

Quanto custa?

Os valores dos transfers variam com a modalidade (privativo ou compartilhado) e com o destino. Dependendo da região da sua hospedagem, os preços vão variar, sendo que quanto mais perto do aeroporto de Santiago, mais barato. Em suma, os valores aumentam de acordo com essa escala de bairros procurados para hospedagem: Centro > Providencia > Las Condes > Vitacura. Sendo que o transfer para o Centro costuma ser o mais barato, e o para Vitacura, o mais caro.

Leia também: Cinco dias em Santiago: como montar o seu roteiro (incluindo passeios a cidades próximas!)

Além disso, outro ponto de influência é se você vai reservar a ida e a volta juntas. Se você já comprar os dois serviços, pode ganhar um desconto!

Transvip

Fiz uma simulação no site de ambas para mostrar para vocês como os valores variam. Em junho de 2021, a Transvip oferece três modalidades de transporte, que podem resolver a sua dúvida sobre como sair do Aeroporto de Santiago: van exclusiva (máximo 7 passageiros), compartido (valor individual) e Taxi Transvip (máximo 3 passageiros).

Apenas para ida, os valores estão na tabela abaixo, com um detalhe interessante: não há alteração nos preços para Las Condes e Vitacura.

Para ida e volta, vemos que eles já aplicam ótimos descontos: vale a pena reservar os dois trechos juntos! O que não precisa ser feito necessariamente pela internet, tá? Além disso, uma opção legal oferecida pela Transvip é reservar pela internet, caso você seja ansiosa e doida por organização como eu, e só pagar na hora. Assim você economiza no IOF, porque poderá pagar em dinheiro.

Transfer Delfos

Já com a Transfer Delfos, algumas coisas mudam. Pelo site eles não oferecem desconto para ida e volta (nem mesmo a opção de reservar tudo junto), todavia é mais caro ir pra Providencia do que pra Vitacura e, dessa vez, há mudanças nos valores de Las Condes e Vitacura.

Lembrando que algumas condições podem estar disponíveis apenas na compra presencial, mas não há informação sobre isso no site oficial.

Qual o limite de bagagem?

Para transfers privativos você não precisará se preocupar muito com isso – só se viajar com muitas pessoas. Porém, essa é uma questão importante no caso de transfer compartilhado. A Transvip informa que existem duas possibilidades: ou você embarca com um artigo pessoal e uma mala média (23kg), ou com a bagagem de mão (7kg) e uma mala média (23kg). Aqui, vale o bom senso de entender que é um meio de transporte coletivo, então se você estiver com muitas malas, é melhor optar por um serviço privativo ou táxi.

Eu viajei com uma mala de mão (10kg) e um item pessoal, então estava dentro das regras da empresa.

Prós e contras

Transvip x Transfer Delfos

Bom, e qual empresa escolher? Essa parece uma questão fácil, mas ela é mais complicada do que parece. Se você entrar nas avaliações do TripAdvisor das duas empresas, vai encontrar notas baixas e toda sorte de reclamações. Tem que foi esquecido no aeroporto. Quem perdeu o voo porque a van não passou no horário certo. Gente que perdeu a bagagem.

No meu caso, escolhi a Transvip de maneira estratégica. Como eu ia para o Atacama depois de Santiago, e eles também atuam lá – diferentemente da Transfer Delfos – resolvi fazer uma espécie de teste em Santiago. Se tudo desse certo na capital, eu poderia ficar mais tranquila para contratar a mesma empresa no deserto. E sim, tudo correu bem. Enfim, já contei um pouco mais desse relato lá no post sobre viajar com a LATAM de São Paulo a Santiago.

Passo-a-passo para pegar seu transfer

Uma coisa que eu aprendi com dois transfers de aeroporto é que eles não são um serviço de receptivo. Sendo assim, não espere alguém com uma plaquinha com seu nome assim que você sair do voo. Muita gente reclama disso, mas preciso defender as empresas. Esse de fato não é o trabalho delas.

Elas trabalham com volume de passageiros, então esperar que eles recepcionem cada viajante é absurdo. E isso tudo é avisado. No caso de compra antecipada pelo site, você é informado de que deverá se dirigir ao guichê da empresa para pegar o seu voucher. Lá você terá que pagar em determinados casos e se dirigir à parte externa do aeroporto, onde as vans ficam estacionadas.

Como sair do aeroporto de Santiago: confirmações de transfer

Quando você se apresenta no guichê, eles te dão os comprovantes da venda. Guarde bem esses papéis!

Então, para evitar frustrações, já tenha em mente que é isso que você precisa fazer: passar pela imigração. Sair da área de desembarque. Procurar o guichê da empresa. Confirmar sua reserva. Pegar o voucher. Ir até a van. Embarcar.

Fazendo isso, tudo tende a dar certo.

Táxis

As duas melhores opções para sair do Aeroporto de Santiago são os ônibus e os transfers, porém, táxis também estão disponíveis no aero. Aqui é importante lembrar de somente usar serviços oficiais, ou seja, táxis do próprio aeroporto. Quando você desembarcar, várias pessoas vão te abordar oferecendo táxis e outros transportes, mas pelo amor de Jesus, não caia nessa!

Táxi nas ruas da Providencia, em Santiago

Essas pessoas oferecem transportes irregulares, te colocam em risco (você não tem garantia alguma sobre a situação do carro ou das intenções do motorista), e possivelmente vão tentar te dar algum golpe. Ou seja, não existe benefício. Se quiser sair do aeroporto no conforto de um táxi, procure os guichês oficiais da Táxi Oficial. Eles ficam no hall público do primeiro andar e nos desembarques do Pudahuel, e lá você pode pedir seu táxi, realizar o pagamento no balcão e ir tranquila até a sua hospedagem.

É um serviço caro? Sim, mas nada paga a sua paz de espírito e segurança, né?

Aluguel de carro

Como eu expliquei no post geral sobre transportes em Santiago, alugar carro por lá só vale a pena se você quer conhecer outras cidades por conta própria ou precisa do veículo por dificuldades de locomoção. Então, se você se encaixar nesses casos (ou quiser alugar um de qualquer forma), saiba que é possível fazer isso diretamente no Aeroporto de Santiago.

O site oficial do Pudahuel lista as seguintes empresas de aluguel de carros presentes por lá, todas localizada no hall público do primeiro andar, na altura do Portão 2.

  1. Alamo
  2. Avis
  3. Budget
  4. Mitta
  5. Econorent
  6. Europcar
  7. Rosselot
  8. Sixt Rent a Car
  9. Chilean Rent a Car
  10. United Rent a Car
Algumas dicas

Eu não sou a pessoa que aluga carros em viagens, mas pesquisei bastante para dar algumas dicas para vocês! A primeira delas é alugar ainda no Brasil, pela internet. Com antecedência o aluguel sai mais barato, e você também fica tranquilo em conseguir o modelo de carro que quer.

Além disso, hoje em dia existe a RentCars, que compara os preços das principais locadoras e te deixa alugar o carro pela internet e em reais, sem pagar IOF! Ah, e lembre-se do seguro também! Muitos cartões de crédito oferecem esse seguro gratuitamente, então sempre leia os regulamentos e garanta essa proteção.

Enfim, para dirigir no Chile, oficialmente, é necessário ter a Permissão Internacional par Dirigir (PID), emitia pelo Detran. Contudo, há muitos relatos de brasileiros que conseguem alugar carros no Chile apenas com a CNH e o documento. Pessoalmente, eu não arriscaria: gosto de seguir todas as leis e garantir que não terei nenhum problema. A PID pode ser solicitada pela internet, no site do Detran do seu estado, e custa R$ 330,90 (valor de junho de 2021).

Outros pontos de atenção:

  • Idade mínima do condutor
  • Tempo mínimo de CNH
  • Necessidade de um GPS (muitas vezes ter um chip no celular resolve essa questão)
  • Ter um cartão de crédito internacional para garantia na locadora

Uber

Por fim, o Uber. Serviços de motoristas por aplicativos não são legalizados no Chile, e por mais que sim, o app funcione e o rode nas cidades, esse é um sistema ilegal. Muita gente usa, recomenda e não tem problemas (falei mais sobre isso no post de transportes, que tá bem completinho), contudo, eu veementemente te desencorajo a usar o Uber em Santiago e outras localidades no Chile.

Falando especificamente do Pudahuel, vai ser quase impossível você conseguir um carro por lá. Como a fiscalização é mais intensa, os motoristas não se arriscam, então sair do Brasil pensando que a resposta para “como sair do Aeroporto de Santiago” é o Uber pode ser um grande erro. Opte pelas alternativas que eu apresentei aqui, garanto que você não vai se frustrar.

Planejando a sua viagem: descontos!

Seguro viagem: 5% de desconto na Seguros Promo com o meu link

Airbnb: até R$ 350 de desconto em hospedagens e experiências (válido para o primeiro cadastro)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *