América do Sul,  Chile,  Cidades Históricas,  Gastronomia,  Santiago,  Viagem Internacional

Mercado Central de Santiago: o que fazer, como chegar, se vale a pena e mais

O Mercado Central de Santiago é um dos símbolos da capital chilena. Ele fica bem no centro da cidade e atrai centenas de turistas todos os dias. Mas o que podemos fazer lá? E será que vale a pena visitá-lo? Eu o conheci em julho de 2019 e agora trago todas essas informações para vocês!

Neste post você vai encontrar: o que é o Mercado Central de Santiago, sua história, o que fazer, se vale a pena visitá-lo, como chegar, links úteis e descontos!

O que é?

Usando informações oficiais do site, o Mercado é definido como um “recinto patrimonial que concentra uma grande quantidade de diversidade de lojas do país, oferecendo serviços de produtos”. E é isso mesmo. O estabelecimento, localizado em um edifício de estrutura metálica, segue os mesmos padrões de qualquer “mercadão” da nossa amada América Latina.

Lá você vai encontrar diversas lojas, barraquinhas e restaurantes vendendo de tudo um pouco. Verduras e legumes, frutos do mar, produtos típicos e locais, souvenirs e locais para comer.

Leia também: Centro de Santiago: guia de pontos turísticos para conhecer

Fachada do Mercado

Sabiam que a construção do Mercado Central de Santiago foi um grande marco no que costumava ser a periferia norte da cidade? Ele foi projetado pelo arquiteto Manuel Aldunante e inaugurado em 1872. De estilo neoclássico, ele impressiona pela estrutura de ferro e já foi considerado um dos melhores mercados do mundo!

O que fazer?

Eu gosto de dizer que uma visita ao Mercado de Santiago pode ser dividida em duas. A primeira é cultural. Isso porque o mercado está cheio de referências e exemplos da cultura chilena, de modo geral. Da gastronomia aos souvenirs, tudo remete a algumas características da vida no Chile.

A segunda, por outro lado, é gastronômica. Ela acontece tanto na observação e experimentação dos produtos vendidos por ali, quanto nos restaurantes. Por mais turísticos que sejam, eles servem comidas típicas do Chile – em especial com frutos do mar, e podem te apresentar sabores e aromas novos.

Alguns dos principais restaurantes do mercado, se você está se questionando onde comer em Santiago, são os seguintes – lembrando que eles são BEM turísticos, não muito bem avaliados e com serviço questionável. Pessoalmente, eu não recomendaria comer por lá.

  • Donde Augusto – mega turístico, famoso pelas centollas (carangueijos gigantes encontrados em águas profundas).
  • El Galeón – também conhecido pelas centollas.
  • La Joya del Pacífico – mais barato que os outros, porém mal avaliado.
  • El Rey del Mariscal – as melhores avaliações são dele.
  • El Rincón Marino – focado em pratos marinhos.

E então, vale a pena conhecê-lo?

Sim, vale a pena. Por mais que o programa seja meio “pega turista”, e que os restaurantes sejam caros, é um lugar bem legal para você conhecer. Ele te apresenta várias nuances da cultura chilena, tem uma arquitetura muito interessante e é super agradável.

Por fim, vai ser o programa mais autêntico do seu roteiro? Não, mas o Mercado é um símbolo da cidade, tem muita história por trás e com certeza vai agregar na sua experiência geral no país. Contudo, não recomendo almoçar por lá. Isso porque os restaurantes são bem caros, e como o programa é turístico,

Como chegar?

Mercado Central de Santiago

O Mercado fica no centro de Santiago, do ladinho do Rio Mapocho e do Parque Forestal. Para chegar até lá, a estação de metrô mais próxima é a Puente Cal y Canto, das Linhas L2 e L3. Contudo, como essas linhas não passam pelos bairros onde a gente costuma se hospedar em Santiago, existem outras duas opções. A estação Bellas Artes, da linha L5, e a estação Plaza de Armas, da L3 e L5.

Endereço: San Pablo com 21 de Mayo – Centro (estações Puente Cal y Canto, Bellas Artes ou Plaza de Armas).
Funcionamento: de domingo a quinta, das 06h às 17h. De sexta, das 06h às 20h. E aos sábados, das 06h às 18h.
Entrada gratuita
Mais informações

Leia também: Museus do Centro de Santiago: Museu Chileno de Arte Pré-Colombina, Museu Histórico Nacional e Museu de Belas Artes

Mercado Central de Santiago: links úteis

Site oficial

Metrô de Santiago

Prefeitura de Santiago

Planejando a sua viagem: descontos!

Seguro viagem: 5% de desconto na Seguros Promo com o meu link

Airbnb: até R$ 350 de desconto em hospedagens e experiências (válido para o primeiro cadastro)

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *